13 Anos

Hoje apercebi-me que com 28 anos estou completamente ultrapassada.

É de mim ou ter 13 anos em 2016 é bem mais complicado que há 16 anos atrás? Já olharam bem à vossa volta ao passar à beira de um liceu? As moças vão para a escola tão maquilhadas e arranjadas que parece que vão ter um dia na empresa cheio de reuniões importantes ou, em alguns casos, é pior ainda, saem à rua ás 9 da manhã como se não tivessem sequer entrado em casa, tal é o nível de betão espalhado pela cara.

“A culpa é das novas tendências.”

As novas tendências não obrigam miúdas de 13 anos a vestir roupas que mais se assemelham a lingerie do que a trajes escolares. Não ditam que a maquilhagem mais conveniente para investir em educação demora cerca de duas horas a preparar e quase elimina os principais traços do rosto.

 Não. A moda não dita que uma criança dessa idade tenha de experimentar fumar uns cigarrinhos, dar uma passa “na broa”, snifar umas cenas ou comer uns cogumelos fantásticos ao lanche. Não!
“Isso sempre aconteceu…”

Desculpem mas não posso concordar, a realidade que vivi não foi assim, ou eu não a conheci, mas não era tão generalizada, disso tenho a certeza. Também tive os meus colegas fumadores e os “janados” mas nunca foi “fixe” ser assim, muito menos aos 13 anos. Não havia este conceito exacerbado de bem vestir, de rebelião, de destruição, de culto à aparência…

A sociedade está a consumir os nossos jovens, a consumi-los de fora para dentro. São seres das redes sociais mas percebem muito pouco de socialização.

Ás vezes penso nisto. Preocupo-me. Para que mundo virá um filho meu?
Será isto apenas uma fase? Será que a minha mentalidade, tal como a dos meus pais no seu tempo, está a ficar ultrapassada? Será que simplesmente não compreendo estas realidades porque não me insiro nelas?

Que é feito do “jogar ao elástico”, do Jogo do Stop, do Jogo do Alho, do “Mata”, do Berlinde, que é feito das conversas de recreio, das conversas cara a cara? Dos jogos de grupo?

Se calhar estou a ficar velha, não compreendo o kizomba, os calções curtos, demasiado curtos, as saídas à noite… ter 13 anos hoje é muito mais difícil do que no “meu tempo”, a mim bastava-me apenas isso, ter 13 anos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s